Hoje é 29 novembro 2021

Energia solar para bombear poços tubulares: projeto avança da ALMG

A Comissão de Minas e Energia da ALMG aprovou nesta quarta-feira (20/10/2021), o Projeto de Lei 765/2019, do deputado estadual Cristiano Silveira. A proposta prevê que o Governo de Minas e a Cemig invistam na instalação de placas de energia fotovoltaica para bombeamento de poços tubulares. Agora a proposta será analisada pela Comissão de Fiscalização Orçamentária (FFO) antes de ser votada pelos deputados no plenário da Assembleia de Minas.

f07ce568-c587-4dca-a46f-5e8bc89ad2ec
Muitas comunidades no interior, principalmente nas regiões do semiárido mineiro que sofrem constantemente com a seca, utilizam poços para terem acesso à água. No entanto, o bombeamento da água  consome muita energia, o que gera um custo alto a essas comunidades e às prefeituras do interior. “A instalação de placas de energia solar fotovoltaicas diminuiria esses custos e melhoria o acesso à água. Para isso, precisamos incluir o mecanismo nos programas de eficiência energética que já existem”, explica Cristiano Silveira.

Para cumprir seu objetivo, o texto acrescenta dispositivo à Lei 20.849, de 2013, que institui a política estadual de incentivo ao uso da energia solar. O trecho acrescido estipula que o “Estado priorizará a instalação de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica para bombeamento de água de poços tubulares localizados em municípios com baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH)”.

 

Posts Relacionados