Hoje é 18 abril 2019

Trabalhadores rurais se posicionam contra a reforma da previdência de Bolsonaro

A proposta de reforma da previdência do governo Bolsonaro praticamente acaba com o direito à aposentadoria dos trabalhadores rurais. O projeto aumenta o tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos para homens e mulheres, e a idade mínima passa de 55 anos para mulheres e 60 para homens para 60 anos para ambos os sexos. A mudança, aprovada, vai prejudicar em muito os produtores da agricultura familiar. O deputado estadual Cristiano Silveira, 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), visitou a cidade de Piracema, no Centro-Oeste de estado, para discutir o tema. Veja no vídeo abaixo:

Posts Relacionados