Hoje é 22 outubro 2018

Projeto busca proteção para as nascentes da Serra do Espinhaço

turfeiras

As turfeiras tem um papel importante para os rios de Minas. (Foto: UFMG / Divulgação)

O deputado estadual Cristiano Silveira é o autor do Projeto de Lei 3.062/2015, que cria a área de proteção das turfeiras, na região da Serra do Espinhaço, em Minas Gerais. As turfeiras são um ecossistema, formado por um tipo solo de terra escura, um volume de 90% de água, e plantas em estado de decomposição. Os córregos que nascem dessas águas compõem as bacias dos rios Araçuaí, Jequitinhonha e até o mesmo o Rio Doce.

 

De acordo com o parlamentar, a proposta é que, em uma extensão de 500 metros das turfeiras, fiquem proibidas as seguintes atividades: drenagem, aterros, desmatamentos, uso de fogo, caça, pesca, atividades agrícolas e industriais, loteamentos e outras formas de ocupação humana que possam causar desequilíbrios ao ecossistema.

 

“As turfeiras são tipo uma esponja, que absorve água da chuva e depois abastece córregos e rios. Elas também absorvem gás carbônico e liberam oxigênio. Por isso temos que preservar esse bioma para garantir o equilíbrio ambiental na região”, explica Cristiano Silveira.

 

Pelo texto, atividade de ecoturismo e pesquisa serão permitidas, desde que não provoquem danos ambientais. “Há, por exemplo, mulheres que colhem flores manualmente na região, para produção de artesanato. Uma tradição na região, que gera renda para muitas família sem prejudicar o meio ambiente. Essas atividades terão respaldo legal para continuar”, diz o deputado.

 

O projeto está pronto para ser votado em primeiro Turno no Plenário. Se aprovado, terá que passar por nova votação antes de ser enviado para sanção ou veto do governador.

Posts Relacionados