Hoje é 21 novembro 2017

Deputados debatem segurança pública com estudantes de Ibirité

ibirite-debate-genocidio-juventude-negra-reginaldo-lopes-cristiano-silveira-by-jean-piter-25

Cristiano defendeu a criação de políticas públicas para a juventude. (Foto: Jean Piter)

A segurança pública foi tema de um debate realizado nessa segunda-feira (21/08/2017), no auditório da Fundação Helena Antipoff, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As discussões foram focadas nos índices de violência contra jovens negros e pobres. Os convidados para a roda de conversa foram o deputado estadual Cristiano Silveira e o deputado federal Reginaldo Lopes.

“Mais de 23 mil jovens entre 15 e 29 anos de idade são assassinados todos os anos no Brasil. E desse total, 77% são negros e pobres. É uma guerra civil não declarada. Nem os países em conflito matam tanto. E são índices que continuam crescendo. Precisamos de políticas públicas que possam reduzir esses índices de criminalidade”, disse o deputado Cristiano Silveira, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

ibirite-debate-genocidio-juventude-negra-reginaldo-lopes-cristiano-silveira-by-jean-piter-18
Dezenas de estudantes participaram do debate. (Foto: Jean Piter)

Para Cristiano, é preciso que o Estado invista em programas de inclusão social para combater a criminalidade. “Cerca de 60% da população carcerária é de negros. No sistema socioeducativo esse índice é de 80%. Nos dois casos, as pessoas têm baixa escolaridade e são de família em situação de pobreza ou miséria. É preciso dar acesso à educação, formação profissional, emprego e renda a essas pessoas, para que eles fiquem cada vez mais distantes do mundo do crime”.

 

Legislação
O deputado federal Reginaldo Lopes falou sobre as propostas elaboradas durante o período em que presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência contra Jovens Negros e Pobres, da Câmara Federal. “Apresentamos projetos de lei para a criação de um plano nacional de redução de índices de criminalidade, para que estados e municípios tenham metas para os próximos 10 anos. Somente com a participação de todos e com objetivos claros conseguiremos isso”.

ibirite-debate-genocidio-juventude-negra-reginaldo-lopes-cristiano-silveira-by-jean-piter-42

Reginaldo destacou projetos em tramitação em Brasília. (Foto: Jean Piter)

O parlamentar também defendeu a criação de um fundo para o combate a violência contra jovens. “É preciso fazer políticas públicas multissetoriais para atender a essa parcela da população, a fim de reverter os índices de criminalidade. Isso tem um custo, por isso estamos sugerindo a reserva de 2% do Imposto de Renda e outras fontes de arrecadação para financiar esses programas. E, claro, precisamos dar transparência aos dados da segurança pública para termos um controle social”.

 

Participação
O debate foi mediado pela presidenta da Fundação Helena Antipoff, Maria do Carmo Lara. Os deputados responderam a várias perguntas do público. O evento contou com a participação de dezenas de estudantes e professores do município. Artistas da região também fizeram apresentações culturais durante o encontro.

Posts Relacionados