Hoje é 4 julho 2020

Cristiano Silveira defende prorrogação do auxílio emergencial

caixa-auxilio-emergencial

Deputado defende a prorrogação do auxílio emergencial. (Foto: Reprodução / Facebook)

A Assembleia Legislativa de Minas (ALMG) deverá enviar um pedido ao Congresso Nacional para que os deputados federais possam adotar as medidas necessárias para prorrogar a concessão do auxílio emergencial no país. O benefício do Governo Federal foi estabelecido em três parcelas de R$ 600,00 cada, a serem pagas até o mês de julho. Atendendo a um requerimento do deputado estadual Cristiano Silveira, o Legislativo mineiro vai pedir que essa ajuda financeira seja prorrogada pelos próximos meses.

“Estamos passando por um momento muito difícil em nosso país por conta da pandemia do covid-19. Muitas empresas tiveram que fechar as portas, o número de desempregados que já era muito grande ficou ainda maior. Por isso, é fundamental que o Governo prorrogue esse benefício, para que as pessoas tenham o mínimo necessário para uma vida digna”, defende Cristiano Silveira.

Isolamento
O deputado ressalta que a situação da pandemia no Brasil está longe de ser controlada. Segundo ele, a ausência de medidas efetivas de isolamento deixou o país em uma situação muito preocupante. “O isolamento não foi feito como deveria. Muitos municípios reabriram o comércio antes da hora, temos visto ainda muitas festas e outras situações de aglomeração. Isso fez aumentar em muito o número de casos e de mortes, infelizmente”.

Para Cristiano, a situação no país ainda deve demorar para voltar ao normal. “Temos muito trabalho pela frente até que o coronavírus seja controlado no país. Até lá, é preciso que o Governo dê ajudar aos que mais precisam. São 53 milhões de pessoas inscrita no auxílio emergencial que precisam ser amparados até que a economia possa ser retomada”.

Beneficiários
O auxílio emergencial é pago para trabalhadores autônomos e informais, microempreendedores individuais e desempregados.  com renda mensal familiar de até meio salário mínimo (R$ 522,50) por pessoa ou renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Partido dos Trabalhadores
No Congresso Nacional, o PT defende a prorrogação do auxílio emergencial por mais um ano, como forma de injetar dinheiro na economia.

Posts Relacionados